Este blog tem como principal objectivo a divulgação de trabalhos/projectos desenvolvidos na nossa escola, com especial ênfase na área de Expressão escrita.

16
Abr 09

 

 
 
         Era uma vez um monstro chamado Justino, que vivia numa gruta no alto da montanha. O Justino era feio, tinha no nariz um corno mas não era um rinoceronte; tinha um pescoço comprido, mas não era uma girafa; tinha umas orelhas enormes, mas não era um elefante; uivava mas não era lobo; deitava fumo, mas não era um dragão e era peludo mas não era um urso.
         As pessoas da aldeia tinham muito medo do Justino e este medo das pessoas.
         Todos os anos, no dia do seu aniversário, o Justino chorava sem parar, porque ninguém se lembrava do seu dia dos seus anos.
         Chorava tanto que as suas lágrimas enchiam o ribeiro. As pessoas da aldeia utilizavam a água para regar os campos. Era uma aldeia verdejante …
         Um dia o monstro Justino resolveu deixar de chorar, esquecendo a data do seu aniversário. Passou um ano, passaram dois anos e a água deixou de correr no ribeiro.
         A aldeia estava seca, e os seus habitante desesperados com a falta de água .
         É então que uma criança da aldeia teve a ideia de colocar á entrada da gruta comida para poderem apanhar o Justino.
         Carregaram muita comida que colocaram na entrada da gruta. O Justino sentiu o cheiro delicioso que vinha da entrada e correu para a porta.
         Ao ver tanta comida, pensou que uma prenda de aniversário e voltou a chorar, mas agora de alegria.
Chorou tanto que o ribeiro voltou a encher-se de água. As pessoas da aldeia ficaram muito felizes .         
         O Justino comeu tudo e foi para o fundo da gruta onde adormeceu e sonhou com o próximo aniversário.
 
        
        
Texto colectivo dos alunos do 2.º ano  
publicado por emiliapinto às 16:44

Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


arquivos
2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
favoritos
blogs SAPO